I gotta be strong...

Fecho os olhos e só vejo você, não consigo viver sem te ver. Poucas vezes tentei te encontrar, palavras somem ao te ver passar. Quanto tempo mais vou esperar pra ter coragem de te dizer palavras de amor pois, não aguento querer e não poder…Estou cansada dessa dor. Todos os dias eu quero você, guardo sempre teu espaço dentro do abraço. Ainda guardo suas palavras na minha cabeça e a distancia impede que esse sentimento transpareça. Hoje eu quero, hoje eu preciso encontrar você pra poder dizer, me deixar dizer…Linda, muito linda a rosa que comprei pra você, pouco..Muito pouco o tempo te fez esquecer, das nossas promessas e as que fiz a você. Mas já me acostumei, o vento leva embora o que trouxe e mais dia menos dia alivia e, esquecerei que te amei. Então…Guardo sempre sempre teu espaço dentro do abraço e eu só queria te dizer….Amo você!

Fecho os olhos e só vejo você, não consigo viver sem te ver. Poucas vezes tentei te encontrar, palavras somem ao te ver passar. Quanto tempo mais vou esperar pra ter coragem de te dizer palavras de amor pois, não aguento querer e não poder…Estou cansada dessa dor. Todos os dias eu quero você, guardo sempre teu espaço dentro do abraço. Ainda guardo suas palavras na minha cabeça e a distancia impede que esse sentimento transpareça. Hoje eu quero, hoje eu preciso encontrar você pra poder dizer, me deixar dizer…Linda, muito linda a rosa que comprei pra você, pouco..Muito pouco o tempo te fez esquecer, das nossas promessas e as que fiz a você. Mas já me acostumei, o vento leva embora o que trouxe e mais dia menos dia alivia e, esquecerei que te amei. Então…Guardo sempre sempre teu espaço dentro do abraço e eu só queria te dizer….Amo você!

(via come-play-with-us)

Grito com os meus pulmões ate perder o ar. Corro sem medir tempo nem medo pra ver se sou capaz de voar. Sou como passarinho, e me prendem. Sou como um foragido mas me rendem. Sou escravo de meus próprios sentimentos, tentando seguir mesmo com a asa quebrada, sem arrependimentos. Sou o lado doce, mas também o amargo. Posso ser seu beijo, mas também, escarro.

Grito com os meus pulmões ate perder o ar. Corro sem medir tempo nem medo pra ver se sou capaz de voar. Sou como passarinho, e me prendem. Sou como um foragido mas me rendem. Sou escravo de meus próprios sentimentos, tentando seguir mesmo com a asa quebrada, sem arrependimentos. Sou o lado doce, mas também o amargo. Posso ser seu beijo, mas também, escarro.

(Source: thenewitalianwavediaspora, via come-play-with-us)